“A SÉRIE DIVERGENTE: ASCENDENTE” NÃO SERÁ DIRIGIDO POR ROBERT SCHWENTKE CORRE! ASSISTA AO TRAILER FINAL DE “CONVERGENTE” + PRIMEIROS SPOTS SHAILENE WOODLEY, THEO JAMES E MILES TELLER FALAM SOBRE TERCEIRO FILME EM ENTREVISTA CONFIRA IMAGENS INDIVIDUAIS DOS PERSONAGENS EM “CONVERGENTE” E NOVO PÔSTER DO FILME VEM VER! NOVOS STILLS INCRÍVEIS DE “CONVERGENTE” SÃO DIVULGADOS
05.06 [BLOG DA VERONICA] Turnê Com Votação dos Fãs. Mais: Sobre os Eventos Neste Ano

atualização

 

Veronica atualizou seu blog nesta Quarta para falar sobre a turnê que irá fazer(ver mais sobre isso aqui) e sobre os eventos dos quais irá participar neste ano. Confira:

Estou muito animada para anunciar que minha editora, HarperCollins, está lançando um votação de fãs para uma turnê hoje! O que significa que você (se você mora no Estados Unidos – ler mais sobre isso no final do texto*) pode pedir para seus amigos, sua família, seu gato surpreendentemente inteligente, seu vizinho Bob, seu professor do 5º período de Inglês, quem quiser, para votar no seu estado, e se o seu estado ganhar, eu vou lá na minha turnê de Allegiant este ano! Eu amo isso porque significa que os lugares que geralmente não recebem visitas de autores, terão a chance de isso acontecer.

Além disso, se você votar, estará concorrendo a uma viagem para um dos destinos da turnê!

Tudo isso está acontecendo no Tumblr de Divergente:
divergentofficial.tumblr.com/competition

Segue: Sinto que é uma boa hora para falar sobre meus eventos neste ano. Eles serão um pouquinho diferentes do que eram antes – basicamente, haverão duas regras. Uma é a regra de “um livro por pessoa” (significa que eu estarei assinando e personalizando apenas um livro por pessoa), e a outra é a regra de “não posar para fotos” (Poses para fotos acontecem quando eu paro de assinar e me inclino sobre a mesa/passo por ela para tirar uma foto com vocês).

Há dois motivos para essas regras. O primeiro é o tempo. Eu sou extremamente sortuda por meus eventos literários terem se tornado meio… grandes. O que é incrível. Mas isso significa que os trinta segundos que são gastos para arrumar a foto, os sessenta segundos usados para assinar alguns livros, são multiplicados não só por 50 ou 100, mas por vários milhares, e isso pode adicionar algumas horas a um evento que já é bastante demorado.

Outra coisa que tem acontecido como consequência do crescimento desses eventos é que eles se tornaram muito mais estressantes para mim. Por muito tempo eu assisti a autores famosos tirando todas as fotos e assinando todos os livros e eles eram tão bons nisso e tão calmos que eu fiquei com raiva de mim mesma por não ser da mesma maneira. Mas recentemente eu tenho aceitado que todos tem uma capacidade diferente para certas coisas e o estresse de cada um é despertado por coisas diferentes. Eu tenho isolado as coisas que me estressam(longos períodos dando assinaturas, muitas fotos), e estou tentando acomodar meus próprios limites em meus eventos para que ainda possa ser amigável enquanto estou presente neles(em vez de entrar em modo “pânico”).

Eu realmente odeio impor limites para minhas interações com vocês. Quer dizer, nós temos uma ligação especial, certo? (Eu acho que sim!) Mas os eventos estavam começando a ficar fora de controle para mim e nós tentamos várias soluções aqui no Time Divergente – como não fazendo eventos mais, ou limitando a quantidade de pessoas que podem vir – mas essa é a solução a que chegamos e eu estou feliz com ela, porque significa que muito mais pessoas podem vir aos eventos, o que é bom para todos, incluindo as livrarias que estarão nos abrigando.

Obrigada por ler. Quando mencionei esse nervosismo relacionado às fotos no Twitter na semana passada, durante o BEA, muitos de vocês foram tão doces, e eu realmente agradeço por isso. Como sempre, eu amo falar com vocês quando os vejo pessoalmente e é totalmente normal tirar fotos de mim enquanto estou assinando ou falando, nenhuma dessas coisas me faz ficar nervosa.

Não posso esperar para ver para qual estado vou viajar!

*Eu sei, coisas exclusivas dos Estados Unidos são chatas para vocês que não vivem nos EUA. Mas eu pretendo ser um pouco mais internacional num futuro próximo!


Postado por: Luiza Lima Dias //

Blog da Veronica


19.05 [BLOG DA VERONICA] Meu dia em fotos.

atualização

Nossa querida Veronica Roth, atualizou o seu Tumblr!  Veja o post dela:

blogveronica

blogveronica.png1

 

Meu dia em fotos, da esquerda para a direita: Meu “fruit-by-the-foot” (doce) está sobre os escombros (sabor berry tie-die), a CADEIRA, eu e as crianças Prior, “The Hub”, e como sempre, Chicago é linda.

Quem está na foto com a Veronica: O Ansel Elgort (Caleb Prior) e a Shailene Woodley (Tris Pior). A Veronica também postou em seu Twitter a foto direcionada ao autor John Green, e mostrando a foto com o “Augustus Waters e Hazel Grace”, e o John Green respondeu que está super ansioso para o filme de Divergente! 😀

Post original.


Postado por: Matheus Fabbris //

Blog da Veronica


09.05 [BLOG DA VERONICA] Capa de Allegiant.

atualização

 

Nossa querida Veronica Roth atualizou seu blog depois da capa de Allegiant ser revelada, e nos conta um pouco sobre:

Então, como você está hoje?

Eu estou indo muito bem.

Por que você pergunta?

Bem, por isso:

941265_647337578626481_1844438213_n

Olhe só isso. Não é lindo?

Joel Tippie da HarperCollins é a força criativa atrás dessa capa, e ele é tão talentoso e sempre trabalha tão duro para deixar tudo certo. (Também quero mencionar Amy Ryan, Barb Fitzsimmons e Harper – Vocês são incríveis) Eu tenho sido tão feliz pro ter três capas que eu amo. Eu não poderia estar mais feliz com a capa e eu não posso esperar para ver todos os três livros enfileirados na minha estante!

Uma pequena nota sobre esse símbolo: Não, não é um símbolo de facção. É, no entanto, um símbolo que aparece no livro. Eu realmente não posso compartilhar mais do que isso – você terá que lê-lo! (Eu não posso esperar para que isso aconteça!)

Além disso, sim, é O’Hare (Aeroporto de Chicago) na parte inferior da capa. Não, eu não posso dizer mais nada, AHH! Tantos segredos.

Se você perdeu minha entrevista no Today Show com o Ryan Seacrest em que revelam pela primeira vez a capa de Allegiant, você pode ver aqui: http://www.today.com/video/today/51828575

Eu sou uma garota de sorte, de ter tantas oportunidades incríveis e grandes pessoas me apoiando. Tanta coisa para ser grata por hoje.

Tradução e adaptação por: Divergente Brasil — se for feito o uso do texto, favor colocar os devidos créditos.  

Twitter: @DivergenteBR

Post original.

Acompanhe o blog oficial da Veronica 😀

 


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica


17.04 [BLOG] Tempo, trabalho, e (o que mais?) Macklemore.

atualização

Os grandes não eram grandes porque no momento do nascimento podiam pintar
Os grandes eram grandes porque eles pintaram um monte.

A maneira mais simples de responder a pergunta “Que conselho você tem para os jovens escritores/escritores em geral?” é “apenas escreva mais.” Não importa quantas vezes nós ouvimos isso, ainda procuramos por outras respostas, esperando que elas nos inspirem algum tipo de descobrimento. Mesmo depois de três livros eu ainda cavo na internet ou em livros sobre escrever, pesquisando por alguma outra resposta, mas a mais difícil é a mais simples; o termo mais longo é o melhor – retorne as chaves ou o bloco de notas ou qualquer coisa que você use para escrever e faça isso, então faça de novo.

É como um casamento – alguns dias tudo é mágico e ele simplesmente dá certo. Alguns dias é difícil. E alguns dias parece como tentar fazer um furo no metal com uma agulha de costura. Mas como acontece no casamento, o que ajuda você a passar por esses dias impossíveis é o compromisso com o tempo. Quando me casei com ele, eu prometi a ele meu tempo, todo tempo que eu era capaz de dar-lhe, e ele me prometeu o mesmo. Eu prometi a mim mesma me dedicar a aprender as coisas profundas sobre ele ao em vez de experimentar a amplitude de outras pessoas. E para o ofício da escrita, eu também prometi tempo, dedicação e aprendizado. Uma vida inteira de prática, tanto quanto eu posso dar.

Às vezes eu sinto que estou apenas levando meus dias, empurrando-os em direção a esse objetivo, aquele evento ou esse prazo, e eu me esqueço de apreciar o que estou fazendo. E eu gosto do que estou fazendo, cada palavra em casa linha, cada linha em cada página. O trabalho de escrever é o que eu amo, enredando meus pensamentos juntos e depois lutando para desembaraçá-los. Eu amo até o constante fracasso e o constante lembrete de que trabalhar com ele o fracasso é possível, necessário e até mesmo agradável. É muito parecido com a vida, o amor, a amizade dessa forma.

Você coloca essas horas, e olha para o que você conseguir
Nada que você pode manter, mas tudo o que é.

Com este último livro eu tive o dom do tempo, um ano e meio para fazer isso acontecer. E ao meio do processo, percebi que o tempo estava fazendo o possível para eu amar o eu estava fazendo, em vez de apenas correr em direção a um prazo o mais rápido que eu pudesse. O tempo deixou o livro íngreme em mim, por assim dizer, ganhando força, e mesmo agora que eu passei por várias rodadas de revisões estou pronta, até animada, em lê-lo novamente. (Ajuda o fato que agora é a vez de copyedits, minhas coisas favoritas).

Eu não estou aqui para discutir sobre o livro em si, ou construí-lo, ou dramatizar-lo – ele vai ser um fracasso criativo em alguns aspectos e um sucesso criativo em outros e este é apenas o jeito que os livros funcionam. Mas o que eu estou falando aqui, é de uma área que este trabalho nunca irá falhar: o desenvolvimento. No desenvolvimento eu estava aberta a críticas, mas eu ainda sabia o que era importante para mim; eu trabalhava em um ritmo constante e eu parei quando eu precisava de algum tempo para pensar, me deixei descansar e me fiz trabalhar; eu amei isso, e eu o fiz todos os dias.

Eu ouvi “Ten Thousand Hours” ontem e as linhas seguintes – Você coloca essas horas, e olha para o que você conseguir/Nada que você pode manter, mas tudo o que é – realmente me surpreendeu. Trabalhar sem ressentimento em relação a esse trabalho, e ao tempo que ele leva, é algo importante para todos os escritores aprenderem. Quando você acaba uma estória, todo aquele trabalho não se torna algo que você pode agarrar, que você pode ver -mesmo se você pegar um livro acabado no final, não irá se igualar aquelas horas. Mas o que você vai conseguir é o trabalho em si, a alegria, a paz e sua luta. Para mim, esse último livro foi um inverno calmo, uma série de caminhadas frias entrando e saindo da cafeteria, uma grande pilha de papel perto da minha árvore de Natal, um segredo que não contei nem para minha família e amigos, algumas noites no sofá com lágrimas nos olhos enquanto eu lia o final de novo e de novo, e a percepção de que eu mudei, assim como as coisas sobre as quais tenho interesse de escrever, apesar de eu ter escrito sobre os mesmos personagens.

Eu na verdade não tenho um ponto aqui. Eu estava pensando hoje, olhando o que eu consegui daquele tempo e daquele trabalho – dias que eu amei viver, palavras que eu amei escrever, o trabalho que eu amo fazer. Não é ruim. Não mesmo.

Tradução e adaptação por Divergente Brasil.


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica


16.03 Veronica aprova Theo James como Quatro

DBR2

Veronica Roth publicou ontem em seu tumblr sua opinião sobre a escolha do ator que interpretará Tobias Eaton:

Recentemente vi a audição que Theo James fez com Shailene Woodley, e tive certeza: esse é o ‘Quatro’, sem dúvidas. Theo consegue capturar tanto a autoridade e força do personagem,quanto sua profundidade e sensibilidade. Ele é  a combinação perfeita para a grande presença da Shailene como Tris. Estou super animada!

Tradução por Divergente Brasil.

SAIBA MAIS SOBRE O FILME:


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica, Notícia


14.03 [BLOG] Roth diz o que pensa sobre novos atores do elenco

atualização

Foi escalado durante esta semana três novos integrantes para o elenco da adaptação de Divergente, eles são: Zoe Kravits (Christina), Maggie Q (Tori) e Ansel Elgort (Caleb).

Apesar de não estar envolvida no processo do filme, no ínicio da semana Veronica Roth postou em seu tumblr expressando os seus pensamentos sobre tais  novos atores do elenco.

Ela disse: “Eles são todos extremamente talentosos (sem mencionar conclusões espetaculares para os personagens em minha cabeça) e eu estou muito feliz que eles irão fazer parte do filme de Divergente.” E completou: “NÃO. POSSO. ESPERAR.” 

Podemos perceber que não é apenas nós, os fãs, que está ansioso pelo filme e por novas informações.

FONTE


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica


27.02 [BLOG] Veronica termina a primeira revisão do terceiro livro

atualização

Em seu tumblr, nossa querida Veronica Roth contou que terminou a “primeira rodada” de revisões do terceiro livro, e expressou seu sentimentos sobre isso em GIFs. Confira:

Primeira rodada, de qualquer maneira. Ainda precisa de mais edições! Mas é a hora de expressar como este processo foi através de GIFs de Wayne’s World*, porque É ASSIM QUE EU FAÇO.

“Geralmente durante as revisões eu estava apenas determinada a arrumar tudo:

tumblr_miek4c7nlS1s4jyd3o4_400

Mas às vezes eu travava e começava a me sentir assim:

tumblr_mihygdXAc81s1xfilo1_500

 (Estou me sentindo bem… não.)

E às vezes eu fiquei REALMENTE TRAVADA e comecei a me sentir ASSIM:

tumblr_mhpw4aGaYm1rezg5lo1_500

(Pare com isso, cara! Para com isso! Isso está sugando a minha vontade de viver!)

Mas de alguma forma eu destravei por várias vezes e AGORA QUE EU TERMINEI, ME SINTO ASSIM:

tumblr_miq972Cyjx1s5rssdo1_500

Hora de ligar o Bohemian Rhapsody** e balançar a cabeça, volto já.”

*Wayne’s World (1992) é um filme americano de comédia, da onde foram retirados os gifs usados nessa postagem pela Veronica.

**Bohemian Rhapsody é uma música da banda Queen, do álbum “A night at the Opera”. Segundo o wikipédia “Esta canção não possui refrão e consiste de três partes principais: um segmento de balada que acaba com um solo de guitarra, uma passagem operística e uma seção de hard rock.”


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica


[BLOG] Trecho de “Hearken” (da antologia Shards and Ashes)

atualização

Há alguns dias atrás, Veronica publicou em seu blog um trecho de seu conto chamado “Hearken” – que em uma tradução livre significa “Escute” -, e que estará no livro Shards and Ashes. Para quem não sabe sobre o que se trata esse livro e/ou o conte de Roth, clique aqui.

Segue abaixo a tradução da postagem, feita pelo Divergente Brasil.

Hoje (19/02) é o dia de lançamento de Shards and Ashes, uma antologia de histórias distópicas/pós-apocalípticas que fui sortuda o bastante para participar. Editado pela fabulosa Melissa Marr e Kelley Armstrong, e os autores que contribuíram são incríveis. É como uma explosão de autores de livros jovens adultos impressionantes.

Para comemorar o fato de que a antologia está finalmente aqui, estou deixando este trecho do meu conto, que é chamado “Hearken”. Minha história é sobre uma garota, Darya, que tem um cérebro implantado para ouvir a música da morte no meio de um apocalipse. Nesta cena, ela está andando de ônibus com o seu pai.

—-

“Você sabe, quando eu era jovem as pessoas não gostavam muito de Ouvintes,” seu pai disse.

Darya assistiu o homem à sua frente. Seus olhos mantinham-se estáveis no chão. Ela podia ouvir a sua respiração através da máscara – não alto, mas mais alto do que respirações não-filtradas.

“Por que não?” ela perguntou.

“Porque eles eram vistos como uma despesa desnecessária,” disse,”Que não valha custo, quero dizer. Mas as pessoas sobre o Bureau para a Promoção das Artes* estavam muito insistentes que a música ajudaria o mundo quando este estivesse em perigo. E então, quando pessoas começaram a morrer…” Ele encolheu seus ombros.”Todos começaram a entender porquê os Ouvintes eram tão importantes.”

“E por que eles são tão importantes?”

“Por conta do que eles ouvem… É como ouvir algo além de nós. Algo maior que nós.” Ele sorriu para ela. “Isso nos lembra de que há muito mais coisas ocorrendo neste mundo do que aquilo que nós podemos ver com nossos olhos e tocar com nossas mãos.”

Darya não entendeu muito bem o que o seu pai quis dizer, mas ainda assim ela sabia que havia algo de muito belo nisto.

Então ela ouviu algo – uma aceleração na respiração do homem à frente deles. Ela viu uma gota de suor rolar sobre a sua testa. Ele parecia tão inofensivo – era baixo, com um cabelo “sal-e-pimenta” e uma camisa branca de colarinho. Suas calças estavam apertadas, amassadas. Ele não era um assassino. Mas a mistura de medo e determinação nos seus olhos era o bastante para fazer a respiração de Darya parar completamente.

Assim que o homem se moveu para sair do ônibus, ele pegou uma lata de sua mochila e a jogou no chão. Era um objeto que ela havia visto apenas em fotos-um metal massante, com mais ou menos quinze centímetros, tão grosso quanto o seu pulso, com uma abertura de um lado para deixar o gás sair.
Alguém gritou.

(“Hearken” da antologia Shards and Ashes, 19 de Fevereiro de 2013)

A data citada vale apenas para os Estados Unidos, ainda não se sabe se o livro chegará ao Brasil.


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica


16.01 [BLOG] Atualização de Ano Novo

news27

“Faz algum tempo desde que postei, principalmente por causa das festas + vírus estomacal + mais festas + revisões = eu não muito tempo na internet. Parece um ótimo momento para atualizá-los sobre algumas coisas que acontecerão em um futuro próximo (ou em todo 2013, na verdade). Vai ser um ano emocionante, com um estilo Divergente!

Então, aqui vamos nós. As coisas que acontecerão neste ano:

1. O  livro 3 sairá neste outono! Eu não tenho uma data oficial para compartilhar com vocês, mas  vocês saberão quando eu tiver uma. Isso também significa que vocês irão descobrir o título e ver a capa neste ano (obviamente), mas eu não estou certa de quando, porque eu tenho que ter a permissão dos meus editores e eles tem planos para todas estas coisas.

2. Gravações do filme de Divergente acontecerá o na primavera – em Chicago! Estou muito feliz que isso funcionou. Eu amo Chicago. Vivi aqui a maior parte da minha vida, e a cidade foi obviamente uma grande inspiração para os livros. Eu realmente não posso expressar o quão legal é que a cidade representada no filme será a cidade que eu amo. Também estão relatando que isso criaria em torno de 1,000 empregos locais e colocaria algum dinheiro na economia de Chicago, o que me faz mais feliz ainda.

3. Eu tenho um conto vindo por aí na antologia ‘Shards & Ashes’ (traduzindo ao pé da letra fica algo como ‘Cacos e Cinzas’), editado por Melissa Marr e Kelley Armstrong, que estará disponível em 19 de Fevereiro. Minha história não acontece no mundo de Divergente, porém eu tive uma boa experiência escrevendo isso, e se você quiser saber mais sobre o que é, dê uma olhada na página Livros deste site.

Animador, não é? Isso é tudo o que eu tenho até agora. Espero que todos vocês estejam tendo um ótimo início de 2013.

– V”


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica


03.11 [BLOG] Veronica Roth termina o rascunho do 3º livro


Imagem: ~talljake44 (é apenas uma fanart, e não a capa oficial do terceiro livro)

A nossa querida Veronica Roth, postou em seu Tumblr  que terminou o rascunho do terceiro livro de Divergente. O terceiro livro ainda não tem título e nem data oficial de lançamento.  A história de Divergente é constituída por três livros, ou seja, uma trilogia. E esse, infelizmente, é o ÚLTIMO livro.  Veja o que a autora postou:

“Se você leu o meu post sobre o NaNo ontem, (outro post, em que ela diz que odeia escrever os primeiros rascunhos e adora revisá-los, como diz à seguinte) você sabe que eu odeio escrever os primeiros rascunhos e amo revisá-los.

Quando eu digo que eu odeio os primeiros rascunhos, eu realmente quero dizer isso – Eu quero dizer que tenho pavor de iniciá-los e resmungo a cada segundo deles, e geralmente, tentar acabá-los o tempo mais rápido que humanamente for possível, para que eu possa realmente fazer o que eu gosto, que é revisá-los.

O que isso quer dizer é que escrever rascunhos, para mim, é apenas um pequeno pedaço de uma escada gigante no processo de produção do livro, porque a consequência de odiar rascunhos, é que tenho muita revisão. Mas isso também significa que não há nenhuma etapa do processo para eu comemorar tanto quanto o fim do meu tormento, também conhecido como a conclusão do meu áspero rascunho.

Então, eu vou dizer uma coisa para você, mas eu vou indo prefaciar com essas ressalvas:

A. Lembre-se: É apenas um pequeno pedaço de uma escada gigante no processo de produção do livro.

B. Publicação de livros é um processo longo, apenas uma parte que depende de mim e do meu progresso. Veja este post para esclarecimentos.

Como eu disse: Eu terminei o rascunho do 3º livro no sábado (27/10/12). E isso é muito bonito, como foi minha celebração.

-abaixo, gifs em que Veronica postou juntamente com os “estágios”-

Estágio um: Confusão

Espere. Eu acabei de terminar?

 

Estágio dois: Tentativa de animação.

Acho que talvez eu terminei.

Estágio três: Selva de armas agitadas,

Estágio quatro: Triunfo e orgulho

“Voilà” Aí está. 

Estágio cinco:  Caindo na real.

Espere, mas há muitas coisas para corrigir.

Estágio seis: Suspiro exasperado

 

Estágio sete: Copiando

… Eu não tenho um gif para isso. Tudo o que eu fiz foi tirar alguns dias de folga antes de enfrentar a primeira rodada de edições.

Espere, eu tenho outro gif:

Estágio bônus: Percebendo que nas próximas semanas, você é a única pessoa no planeta que sabe o que acontece no livro.

Desculpe pelo entusiasmo. (Não, eu não estou.) – (Sim, eu estou.) – (Não, eu não estou.) “

E aí, teorias de qual será o nome do último livro? Todos muito animados? 😀


Postado por: Divergente Brasil //

Blog da Veronica, Notícia